Prezado Cliente,

 

Você recebeu recentemente um comunicado do Departamento de Vendas Internas da SolarWinds para América Latina (LATAM) informando que a Figo Technologies não é mais um revendedor DIRETO SolarWinds.

Gostaríamos de esclarecer para você o motivo do e-mail e o que isso significa.

A Figo Technologies já não negocia mais com o Departamento de Vendas da SolarWinds para América Latina  já tem algum tempo, uma vez que por uma decisão estratégica, passou a ter as novas licenças e renovações processadas pelos nossos NOVOS fornecedores SolarWinds; TechData e LifeBoat, líderes mundiais em distribuição de Software.

Deste modo, a Figo Technologies continua apta à processar suas Novas Licenças e Manutenções, do mesmo modo que o têm feito nos últimos meses, e continuará fazendo pelos próximos anos.

O mesmo se aplica ao nosso suporte. Continuaremos prestando suporte nacional para os nossos clientes, de forma gratuita, com a mesma qualidade e da mesma maneira como sempre fizemos.

Resumindo nada mudou para você, nosso cliente. A Figo Technologies ainda é, e sempre será o seu Revendedor SolarWinds.

Para que você entenda melhor o que acontece, hoje somos o maior concorrente do Departamento de Vendas da SolarWinds para América Latina, graças ao ótimo trabalho que temos realizado com nossos clientes nos últimos cinco anos.

Isso explica todo alarde, e movimento desesperado, para não dizer a postura antiética, adotada pelo Departamento de Vendas da SolarWinds de LATAM nesses últimos meses.

Para saber mais  sobre os nossos distribuidores SolarWinds:

Página na Wikipedia da TechData (http://en.wikipedia.org/wiki/Tech_Data )

Página na Wikipedia da LifeBoat (http://en.wikipedia.org/wiki/Lifeboat_Distribution)

Tendo alguma dúvida, pedimos que entrem em contato com o nosso comercial, que poderá dar mais detalhes sobre o tema.

Contato: Dyogo Andreatta Junqueira

Telefone: (11) 3522 3234  e celular: (62) 9186 2600

 

Abraços!!!

Augusto Mesquita

Estranhamente, as variáveis ​​de alerta são um dos recursos mais simples para configurar em Orion Alerting Engines. Embora possa parecer um pouco confuso no início, eles são realmente apenas uma maneira de incluir informações relevantes nas mensagens que são enviadas quando um alerta é acionado ou reiniciado. É isso aí. Estas mensagens podem ser parte de uma série de coisas, como as mensagens enviadas para o log de eventos, ou um e-mail que é acionado quando o alerta é alarmado. Dito isso, vamos percorrer as etapas de configurações de variáveis ​​em uma mensagem de alerta.

Ao criar alertas no Alert Manager, você pode especificar variáveis ​​na aba Trigger Actions’.

VM 2-2010-01-07-17-04-25

Aqui você pode ver, temos duas mensagens que são desencadeadas quando os alertas são disparados: um para o log de eventos, e um e-mail. Vamos dar uma olhada na mensagem de log de eventos.

2

Aqui, é especificado o conteúdo da mensagem a ser gravada no log de eventos usando duas variáveis ​​: $ { NomeNó } e $ { Estado } . Quando estiverem reunidas as condições de disparo adequados, um alerta será disparado que vai escrever uma mensagem no log de eventos, e a mensagem vai nos dizer qual nó foi afetado, assim como o estado do nó. Você também pode especificar as variáveis ​​da mesma forma quando a configuração de um e-mail a ser enviado quando o alerta dispara

Outro exemplo de uso de variáveis e muito útil para sua empresa, é o uso das variáveis ${GroupName} onde irá identificar o nome do grupo, seja esse grupo uma agencia agrupada por cidades ou até mesmo por países, a outra variável utilizada neste exemplo é a ${GroupMemberStatusName} onde irá identificar mudanças de status, detalhando o membro do grupo e o novo status do mesmo. Muito útil para identificar dispositivos que ficaram indisponíveis, através do recebimento de um e-mail ou uma mensagem em seu log de eventos, este problema poderá ser identificado e solucionado rapidamente.

3

Outros exemplos de utilização de variáveis podem ser acessadas através do Network Performance Monitor Administrator Guide que pode ser obtido a partir da guia Suporte e Manutenção localizado no seu portal SolarWinds. Entre em contato conosco que podemos lhe enviar uma resumo das variáveis e também lhe oferecer total apoio pois somos a Figo Software a maior Revenda e Distribuidor SolarWinds do Brasil.

Importante!

Por se provar uma produto mais estável, completo, confiável com maiores possibilidades, nos recomendamos que você experimente e substitua o produto acima pelo OpManager, da ManageEngine.

Para realizar o download gratuito do OpManager: http://acsoftware.com.br/download_manageengine.php?produto=18&tool=http://www.manageengine.com/network-monitoring/download.html

Para conhecer mais sobre o OpManager veja a demo online: http://demo.opmanager.com/LoginPage.do

Vendas: (11) 4063 9639

A Copa do Mundo está chegando e com ela as transmissões on line e ao vivo dos jogos, mas e sua rede/link como fica?

O desempenho da sua rede pode melhorar ou ser afetado dependendo do que os usuários estiverem fazendo. Você implorou aos funcionários para não usarem a rede corporativa para aplicações que monopolizem largura de banda, como fazer o download de músicas e jogar World of Warcraft, mas ninguém parece se importar. Você foi chamado para se explicar perante a diretoria devido ao desempenho insuficiente da rede mais vezes do que já pensou em visitar a Comic-Con®. Você habilitou o CBQoS para dar mais prioridade a tráfego crítico, como voz, mas como saber se essas políticas estão sendo usadas? Como você pode analisar o tráfego na rede para tomar uma atitude? Não se preocupe. Nós temos a resposta.

Captura de tela 2014-05-25 16.56.33

Freie os monopólios de largura de banda com o Orion NetFlow Traffic Analyzer

O Orion NetFlow Traffic Analyzer (NTA) da SolarWinds permite que você capture dados de fluxos contínuos de tráfego de rede e converta esses números não processados em gráficos e tabelas fáceis de interpretar que quantificam exatamente como, por quem e com que finalidade a rede corporativa está sendo usada. E com o monitoramento do CBQoS, você pode ter certeza de que as políticas definidas dão o mais alto nível de prioridade ao tráfego de missão crítica. Fazemos com que seja fácil obter uma visão completa do tráfego da rede, localizar afunilamentos e acabar com os monopólios de largura de banda.

 

Destaques do NetFlow Traffic Analyzer:

• Identifica que usuários, aplicativos e protocolos estão consumindo a maior parte da largura
de banda da rede e destaca os endereços IP dos usuários que mais utilizam a rede;

• Monitora o tráfego da rede capturando o fluxo de dados dos dispositivos de rede, incluindo
Cisco® NetFlow v5 ou v9, Juniper® J-Flow, IPFIX e sFlow;

• Mapeia o tráfego que chega das portas designadas, dos IPs de origem, dos IPs de destino e até dos protocolos para nomes de aplicativo que podem ser facilmente reconhecidos;

• Fornece uma notificação de alerta instantânea, incluindo uma lista dos usuários que mais
usam a rede, quando uma interface excede seu limite de utilização;

• Faz o monitoramento de CBQoS (Class-Based Quality of Service) para garantir que as
políticas de priorização de tráfego sejam utilizadas;

• Permite que você pesquise rapidamente o tráfego de elementos específicos da rede, usando diversas visualizações para obter a perspectiva desejada;

• Gera relatórios sobre o tráfego na rede com apenas alguns cliques;

• Facilita a investigação de problemas relacionados a falhas, desempenho e configuração
graças à total integração com o Orion NPM e o Orion NCM;

 

Recursos do NetFlow Traffic Analyzer

Análise detalhada do tráfego

O NetFlow Traffic Analyzer (NTA) oferece visualizações sem precedente do tráfego na rede, o que permite que você confirme de forma proativa se os recursos da rede estão sendo otimizados. Examinando dados de fluxo em roteadores e switches de grandes fornecedores, o NTA determina o tráfego por usuário, aplicativo, departamento, conversação, interface, protocolo e tipo de serviço. A integração com o Orion oferece aos usuários pesquisa abrangente de vários padrões de tráfego e do desempenho do dispositivo, o que resulta em uma maior visibilidade de estatísticas de uso, desempenho e disponibilidade

 

Captura de tela 2014-05-25 17.06.46

Investigação do NetFlow

O NTA faz com que seja fácil e rápido investigar e isolar a utilização excessiva da largura de banda da rede e o tráfego inesperado de aplicativos, além de analisar o desempenho de QoS por usuário, grupo, aplicativo, país ou protocolo.

 

Mapeamento avançado de aplicativos

Saber que o “tráfego da Web” corresponde a 98% da largura de banda é um bom começo. Mas saber que porcentagem é usada por YouTube™, Facebook® ou Amazon® e por aplicativos essenciais para os negócios, como o Salesforce.com, é muito útil! O Orion NTA correlaciona o tráfego que chega de portas designadas, IPs de origem, IPs de destino e
até de protocolos a nomes de aplicativo que você reconhece facilmente.
Captura de tela 2014-05-25 17.16.51

Network Traffic View Builder

Com o Orion NetFlow Traffic Analyzer, você pode criar e compartilhar visualizações personalizadas do tráfego na rede. Obtenha a especificidade desejada — se desejar, você poderá ver o tráfego do domínio gerado durante o horário comercial padrão por um endereço IP específico. Com uma visualização personalizada do tráfego na rede, você poderá isolar rapidamente e monitorar de forma contínua os aplicativos e usuários problemáticos!

Otimização dos principais usuários

A otimização dos principais usuários permite que você concentre a análise do tráfego nos usuários e aplicativos que mais consomem largura de banda. O Orion NTA determina que fluxos representam a maior parte da utilização da largura de banda e armazena esses fluxos enquanto descarta dados de fluxo de usuários e aplicativos que têm um impacto insignificante na largura de banda total. Essa solução elegante melhora em até dez vezes o desempenho do Orion NTA ao capturar fluxos de dados que representam 95% do tráfego total na rede.

Captura de tela 2014-05-25 17.21.44

Continuação dos recursos do NetFlow Traffic Analyzer

Alertas da interface com detalhes dos principais usuários

Com o Orion, você pode configurar facilmente um alerta de utilização da interface para notificá-lo sempre que o consumo da largura de banda exceder o limite definido e determinar rapidamente quem está consumindo a largura de banda. Desse modo, da próxima vez que Ana, do departamento financeiro, estiver assistindo a vídeos de Justin Bieber no Youtube e congestionando a interface principal do gateway da Internet, você receberá uma notificação de alerta por e-mail informando que a utilização da largura de banda da interface está se aproximando da capacidade máxima e uma lista dos principais usuários, para que possa retirar o tráfego do Youtube gerado por Ana da lista de prioridades.

Captura de tela 2014-05-25 17.33.18

Visualizações do desempenho do CBQoS

Com o NTA, você pode visualizar o tráfego de rede segmentado por métodos de Class of Service, como Type of Service ou DSCP. Além disso, você pode calcular rapidamente a quantidade de largura de banda consumida por cada nível crítico de QoS, incluindo dados de voz e vídeo, para determinar se a rede está configurada para atender às metas da empresa.

Captura de tela 2014-05-25 17.35.34

Grupos de endereço IP

Crie seus próprios grupos de endereço IP para visualizar o tráfego na rede da forma que VOCÊ desejar! Usando o recurso de grupos de endereço IP, você pode visualizar o tráfego na rede por diversos intervalos de endereço IP (até mesmo endereços IP que se sobreponham), por geografia, departamento ou até por tipo de dispositivo, como firewalls, roteadores, switches e servidores.

Integração com o Orion NPM

O Orion NTA faz parte da família Orion e oferece todos os benefícios de escalabilidade e estabilidade empresarial que você conhece e adora. O Orion NTA incorpora o monitoramento de tráfego de NetFlow, J-Flow, sFlow®, IPFIX e CBQoS aos gráficos, tabelas, listas de top 10 e relatórios baseados na Web, intuitivos e conhecidos do Orion.

Geração de relatórios baseada em fluxo

O NTA permite a execução e a programação de relatórios no estilo do Orion, o que faz com que seja fácil e simples criar relatórios detalhados do tráfego na rede com apenas alguns cliques no mouse ou programar o envio semanal de relatórios para a equipe de gerenciamento. Os relatórios inovadores incluem:

• Tráfego dos xx recursos principais com base nas porcentagens dos 100 itens principais;

• Tráfego dos xx aplicativos, pontos de extremidade, protocolos e domínios principais no
período de y dias;

• Tráfego por grupo de endereços IP no período de y dias;

Faça o download da versão free e desfrute de todos os recursos do NetFlow Traffic Analyzer por 30 dias. Converse com um de nossos consultores, e solicite-nos uma demonstração. Será uma prazer para nós falar dessa incrível ferramenta que com certeza solucionar o seu problema com o monitoramento de sua rede.

Precisando de apoio técnico e ou comercial, conte com a Figo, Distribuidor e Revenda SolarWinds.

Importante!

Por se provar uma produto mais estável, completo, confiável com maiores possibilidades, nos recomendamos que você experimente e substitua o produto acima pelo Netflow Analyzer , da ManageEngine.

Para realizar o download gratuito do Netflow Analyzer : http://acsoftware.com.br/download_manageengine.php?produto=19&tool=http://www.manageengine.com/products/netflow/download.html

Para conhecer mais sobre o Netflow Analyzer veja a demo online: http://demo.netflowanalyzer.com/netflow/apiclient/ember/index.jsp /

Vendas: (11) 4063 9639

O SolarWinds Firewall Security Manager (FSM) é uma ferramenta vesátil de gestão que fornece conjuntos de soluções abrangentes para a auditoria e diárias e tarefas operacionais. Use FSM para visualizar dispositivos de consultas e configurações em um formato normalizado, comparar versões de configuração e configuração do modelo de mudanças antes de implementá-las. Use relatórios em FSM para analisar o cumprimento com as normas da empresa e da indústria.

 

Firewall Security Manager num “piscar de olhos”: 

• Automatiza auditorias de segurança usando mais de 120 personalizável, out-of-box cheques com base em normas da ANS, NIST, SANS e mais;

• Analisa as configs de firewall e logs para isolar regras e objetos redundantes, cobertos, e não utilizados;

• Modelos como uma nova regra, ou a mudança de um já existente, vai ter impacto na sua política de firewall; sem dispositivos de produção tocantes;

• Simplifica a solução de problemas de firewall e gerenciamento de mudanças para o seu multi-vendor, Layer 3 dispositivos de rede;

• Implanta forma rápida e fácil; digitalizar o seu inventário para firewalls de alto risco e avaliar o seu perfil de risco em minutos;

Captura de tela 2014-05-25 18.13.39

Recursos 

Firewall inventário e detalhes do painel

SolarWinds FSM fornece detalhes de todas as suas regras de firewall, objetos, interfaces, configurações e problemas em um único console de gerenciamento para ajudar você a ganhar “num piscar de olhos” visão operacional em sua rede Layer 3 ambiente de segurança.

Captura de tela 2014-05-25 18.13.39

Gestão Firewall Multi-Vendor

O SolarWinds FSM se estende em segurança e suporte de gerenciamento de mudanças para os fabricantes de firewall mais amplamente implantado para acomodar os ambientes mistos do fornecedor.

0009_FSM_6-0_Multi-Vendor-Firewall-Management_Lg_EN

Regra de firewall e Analises de Objeto Limpeza (Clean Up)

SolarWinds FSM garante que todas as suas regras e objetos desnecessários são removidos de forma segura, sem causar um impacto negativo sobre a disponibilidade do serviço existente ou expondo o negócio ao tráfego não autorizado.

Captura de tela 2014-05-25 18.43.26

Auditoria automatizada de Firewall de Segurança

SolarWinds FSM automatiza auditorias de segurança usando mais de 120 políticas personalizáveis com base em normas de NSA, NIST, SANS e outros.

Captura de tela 2014-05-25 18.50.46

Firewall Gerenciamento de Mudanças e Relatórios

Use SolarWinds FSM para simplificar o gerenciamento de mudança de um firewall predeterminando mudanças redundante de pedidos e isolar regras de bloqueio.

Captura de tela 2014-05-25 18.53.41

Firewall Modelando Mudanças

Com SolarWinds FSM pode prever como as mudanças de firewall terá impacto transversal pacotes através da rede, com base em conectividade, roteamento e os dispositivos de firewall envolvidos em uma solicitação de mudança.

Análise Consciente de Redes e Firewall

SolarWinds FSM usa um rastreamento de pacotes virtual para calcular quanto um pacote de dados flui através de sua rede e relatórios sobre onde ele está bloqueado e por que. Isso permite que você identifique com precisão os dispositivos e todas as regras que
bloquea o pacote.

0014_FSM_6-0_Network-Aware-Firewall-Analysis_Lg_EN

Firewall Suporte à migração

SolarWinds FSM fornece equivalência política através de vários tipos de dispositivos de firewall. A política identifica diferenças que podem ajudar as equipes para resolver rapidamente problemas de migração, corrigir e revalidar o novas políticas de dispositivos até  convergerem com as políticas originais.

0015_FSM_6-0_Firewall-Migration_Lg_EN

Solução de problemas de configuração do Firewall

Use SolarWinds FSM para simplificar a solução de problemas das características mais complexas inerentes a Cisco, Check Point e firewalls NetScreen.

Padronização de Objeto

SolarWinds FSM unifica e padroniza as definições e uso de objetos em toda a sua rede. Você pode isolar endereço e serviços de objetos relevantes usados ​​em políticas de firewall, para que possam ser corretamente renomeado, dividir, modificado ou substituído por outro objeto na configuração do dispositivo.

0017_FSM_6-0_Object-Standarization_Lg_EN

 

O Firewall Security Manager vai fazer você um especialista em gestão Firewall!

O SolarWinds Firewall Security Manager (FSM ) pode ajudar a garantir a integridade dessas regras por meio da análise e otimização de configurações complexas, automatizando segurança e auditorias de conformidade  e simplificando o gerenciamento de mudanças para identificar e eliminar os pontos fracos em seu ambiente de firewall multi-vendor.

Não se arrisque com a segurança da sua rede! Deixe o SolarWinds Firewall Security Manager encontrar e preencher as lacunas de segurança perigosas. Precisando de apoio conte com a Figo Software, seu Distribuidor SolarWinds Brasil.

Veja alguns dos novos recursos do SolarWinds LEM (Log & Event Manager) v6.0, que já está em fase de RC:

Monitoramento de Integridade de Arquivos

Monitore a integridade dos arquivos (FIM, File Integrity Monitoring) e acompanhe os eventos que ocorrem no sistema de arquivos. Existem muitos eventos que ocorrem no sistema , mas o mais provável é que você esteja interessado em como criar arquivos, lê, escrever, excluir e alterar permissões, e assim por diante. FIM é um conetor tal como acontece com todas as fontes de dados em LEM, para obter o FIM funcionando, clique em Gerenciar Nodes, clique ao lado do seu nó conector, será possível visualizar os dois novos conectores FIM:

lem1

Voltaremos ao conector de registro em um minuto. Para adicionar um novo conector de arquivo e diretório FIM, a primeira tela que iremos visualizar e a tela de configuração do FIM:

lem2

A partir daqui você pode aplicar um de nossos templates já existentes, como você pode ver ao lado esquerdo, ou criar os seus próprios monitores personalizados. Monitores personalizados permitem que você crie conjuntos de condições, e cada condição contendo a configuração do que exatamente os eventos do sistema de arquivos que você está interessado em monitorar:

lem3 lem4

LEM permite que você navegue no sistema do seu dispositivo remoto, tornando muito mais fácil para especificar diretórios:

lem5

FIM faz pleno uso de templates. Você pode usar, adicionar templates existentes, ou criar o seu próprio. Também foi estendido essa lógica FIM para o registro do Windows. Dê uma olhada:

lem6

Em LEM, FIM torna-se ainda uma fonte de dados que você pode registrar, analisar e agir em cima. Com regras de correlações,  quanto mais informações você tiver, mais precisos e decisivos os seus alertas e outras respostas automáticas poderão ser.

FIM é a principal característica desta RC, mas existem  outras novidades:

Melhorias de desempenho significativas para tipos específicos de regras. Procurar grupos (Grupos definidos pelo usuário, Grupo de Serviço de diretório e / ou definir a hora do dia) pode ser executado mais rapidamente com menos uso da sua RAM e CPU.

Novos conectores para LOGbinder EX, Cisco ®, VMware ® e muito mais. Além de Várias correções de bugs.

Precisando de apoio tanto técnico como comercial conte com a Figo Software, Distribuidor SolarWinds no Brasil.

 

Há pouco tempo o SolarWinds Orion NPM, foi atualizado para a versão 10.7, veja agora algumas boas novidades dessa versão:

Link para a utilização do Google Maps

Se habilitado no Network Atlas, o link será exibido no mapa:

1

Nós Independentes com Thresholds e Baselining

Como pode ser visto pela primeira vez em SAM, NPM herda a capacidade de ter thresholds de nós e de interfaces independentes. Estes thresholds podem ser calculados dinamicamente, numa base semanal ou diariamente para proporcionar uma janela móvel.

2

NOC View

Para aqueles de vocês que têm o seu console NPM utilizado em tela grande, o NPM 10.7 também introduz um “Modo NOC” especial que remove as abas superiores e ciclos através sub visualizações.

3

Custom Poller Packages

Imagine se você pudesse ter seus dados do Universal Device Poller e colocá-los em campos de CPU e de memória nativa. Com 10.7, agora você pode! Defina seus OIDs entrevistados, transforme e aplique a CPU. Não há necessidade de criar relatórios personalizados e alertas. Importe / Exporte e participações no thwack.

4

Recursos de roteamento agora com suporte VRFs

5

Recurso Drag and Drop

Com este recurso é possivel “grab-bars” agora no topo de cada recurso. Foi também adicionado redimensionamento dinâmico de colunas para fazer views personalizadas ainda mais fácil.

6

Suporte para Ruckus e Motorola Wireless

Ruckus e Motorola Wireless é agora suportado nativamente. Não há necessidade de usar dos UnDPs para recuperar informações de AP.

 

SNMP Status

Desde tempos imemoriais, ICMP acessibilidade tem sido uma exigência para um nó para mostrar “Up” no NPM. Não mais! “List Resources” ou usar a nova página “Manage Pollers” para alterar o que determina o estatuto.

7

Além dessas características destacadas, há uma série de aprimoramentos de recursos incrementais e correções de bugs.

Quer testar a solução ou auxilio para a realização do upgrade para esta versão? Conte conosco, a Figo Software é o maior Distribuidor e Revendedor SolarWinds do Brasil.

Importante!

Por se provar uma produto mais estável, completo, confiável com maiores possibilidades, nos recomendamos que você experimente e substitua o produto acima pelo OpManager, da ManageEngine.

Para realizar o download gratuito do OpManager: http://acsoftware.com.br/download_manageengine.php?produto=18&tool=http://www.manageengine.com/network-monitoring/download.html

Para conhecer mais sobre o OpManager veja a demo online: http://demo.opmanager.com/LoginPage.do

Vendas: (11) 4063 9639

Diariamente recebemos muitas solicitações de analistas desejando saber como monitorar o Linux com o SolarWinds Network Performance Monitor. A verdade é que existem diversas distribuições, dificultando a vida do analista na hora de instalar e configurar o agente net-snmp e as respectivas MIBs.

Entretanto, duas grandes raízes do mundo Linux (Debian e Red Hat) estão presentes na grande maioria dos servidores utilizados mundialmente, o que facilita muito a vida do administrador, pois as distribuições derivadas serão bastante similares, senão iguais.

Abaixo, colocamos em formato vídeo um tutorial sobre esta configuração. Este vídeo mostra como instalar e configurar o net-snmp nas distribuições Ubuntu e CentOS. As versões utilizadas foram Ubuntu 12.04.4 LTS e CentOS 6.5.

A configuração realizada permitirá que as informações de sistema, CPU, Memória RAM, Volumes e Interfaces, estejam disponíveis para que o SolarWinds Orion Network Performance Monitor faça a monitoração.

Precisando de algum apoio técnico e ou comercial fale com a Figo Software, Distribuidor SolarWinds no Brasil.

Importante!

Por se provar uma produto mais estável, completo, confiável com maiores possibilidades, nos recomendamos que você experimente e substitua o produto acima pelo OpManager, da ManageEngine.

Para realizar o download gratuito do OpManager: http://acsoftware.com.br/download_manageengine.php?produto=18&tool=http://www.manageengine.com/network-monitoring/download.html

Para conhecer mais sobre o OpManager veja a demo online: http://demo.opmanager.com/LoginPage.do

Vendas: (11) 4063 9639

A partir da versão 10.5 SolarWinds Orion Network Performance Monitor é possível ter uma visão geral das ferramentas de roteamento.  Veja abaixo como funciona.

Solução de problemas Realizando testes

1-Vamos primeiro dar uma olhada no recurso Erros e Descartes de Hoje localizado na Tab Sumario do NPM.

a-Observe o nó rotulado ” Router5.lab.local ” tem uma quantidade significativa de devoluções.

b-Clique em ” Router5.lab.local ” (referido como ” Router 5″ ) para aprofundar e ver o Detalhes do Nó da página.

walkthrough_01

2. Uma vez na página Detalhes do nó, clique na tab Network.

A View Network é onde todos os recursos de roteamento estão localizados.

walkthrough_02

3. Por acaso, “Router 5” tem alguns problemas de transmissão de pacotes.

A coluna “STATUS” do por cento de utilização atual de cada Interface mostra duas interfaces “Down”.

walkthrough_03

 

4 Verificando o tabela de roteamento, podemos ver que as interfaces  Down (FastEthernet0 / 0 – F0 / 0 e FastEthernet0 / 1 – F0 / 1) na verdade não aparecem na tabela de roteamento.

Esta é uma boa notícia, neste caso, uma vez que o estado Down dessas interfaces não estão afetando realmente o roteamento.

O fato de que a tabela de roteamento mostra toda verde e as sub-redes são devidamente encaminhadas para as outras interfaces sobre este dispositivo é uma maneira rápida de fazer essa determinação.

walkthrough_04

Assim, não só NPM fornece o conjunto fundamental de informações necessárias para definir o roteamento – mostrando protocolo, destino, tamanho de sub-rede, o passo seguinte e informações da interface – que também combina informações de nó, permitindo a visibilidade da disponibilidade real de nós e interfaces. Passe o mouse sobre elementos, tais como interfaces, ative Pop Ups fornecendo mais detalhes e uma visão geral do desempenho.

Com esses recursos disponíveis ao nosso alcance, NPM faz todo o trabalho pesado. Já não temos que conectar manualmente a roteadores via linha de comando para puxar esses dados e não temos que compartilhar as credenciais de um roteador com o cara de TI em três andares para baixo!

Tudo é em tempo real e sondados com frequência, por padrão a cada 2 minutos, mas configurável para atender às suas necessidades específicas.

walkthrough_05

5. Determinamos nossa tabela de roteamento, então agora vamos dar uma olhada no recurso Routing Neighbors que mostra o status dos roteadores, Neste caso, temos:

Router 2 como um dos nossos vizinhos, usando o protocolo OSPF.

E o segundo vizinho 74.115.12.1 que está usando o protocolo BGP.

O fato de que o segundo, BGP aparece como endereço IP 74.115.12.1 realmente nos diz que Orion não está monitorando este dispositivo como um nó.

O ponto aqui é que, se você notar algo parecido com isso em seu próprio ambiente que você gostaria de ter, através do NPM toda essa informação será possível.

walkthrough_06

Nota: Para monitorar totalmente o roteador 74.115.12.1 – ou qualquer outro dispositivo – você pode ir em administração do NPM e:

– Executar uma descoberta manual via “Adicionar um Nó”

– Executar uma descoberta automatizada via Sonar Network Discovery

walkthrough_06b

6. Agora vamos verificar o Rotas Flapping recurso Top 10.

 

Flapping details são geralmente algo que não pode ser obtido diretamente do roteador, e outro tipo de ferramenta de análise é necessária para obter esta informação. Mas com NPM tudo isso está disponível em um só lugar.

Na imagem à direita, observe que para a Rede de destino 10.0.0.0 podemos ver 8 Flaps (quantas vezes o caminho foi anunciado para este router particular) para Router2.lab.local.

A partir daqui, podemos detalhar Router 2 para obter detalhes sobre as interfaces, as estatísticas e os dados históricos para descobrir o que está acontecendo para evitar que mais Flaps ocorra.

walkthrough_07

7. Finalmente, podemos verificar no recurso Default Route Change para saber se a rota padrão foi adicionado / removido / mudado e se sim, quando.

walkthrough_08

Precisando de apoio técnico e ou comercial conte com a Figo Software, seu Distribuidor e Revenda SolarWinds.

Importante!

Por se provar uma produto mais estável, completo, confiável com maiores possibilidades, nos recomendamos que você experimente e substitua o produto acima pelo OpManager, da ManageEngine.

Para realizar o download gratuito do OpManager: http://acsoftware.com.br/download_manageengine.php?produto=18&tool=http://www.manageengine.com/network-monitoring/download.html

Para conhecer mais sobre o OpManager veja a demo online: http://demo.opmanager.com/LoginPage.do

Vendas: (11) 4063 9639

Quanto a métrica em questão é perda de pacotes, não e importante apenas entender diferença que esta tem para descartes de pacotes pela interface, mas também saber definir como a sua solução faz essa monitoração e no que ela se difere para testes de troubleshooting e de rotina.

A taxa de perda de pacotes é calculada de acordo com os testes realizados entre a probe (equipamento do analista ou ferramenta de monitoração) e o equipamento de destino.

O caminho da rede que a solução de monitoração usa para chegar do equipamento pode não ser o mesmo utilizado pelo analista que realiza o troubleshooting. Logo os testes do analista com equipamento podem apontar para a perda de pacotes havendo algum problema na rede que o leva até o dispositivo, o que pode não ser necessariamente a mesma condição existente para a rede entre o equipamento monitorado e a solução de monitoração.

É importante observar que o método usado pelo analista/cliente para apontar o problema, na maioria das vezes não é o mesmo que a ferramenta de monitoração utiliza por ser impraticável pelo modelo de monitoração em massa com testes de ICMP. Veja a explicação abaixo.

Método do Analista: O teste que o cliente faz (ping) , envia um pacote a cada 1 segundo, sob o comando do analista, e com a duração desejada pelo analista, ou seja, é on demand. No final do teste, arbitrado pelo analista.

 

Envia um pacote a cada 1 segundo, sob o comando do analista, e com a duração desejada pelo analista, ou seja, é on demand.

 

Método da Solução: Levando em consideração que foi configurado um tempo de polling de 5 minutos, a solução de monitoração realiza um teste ICMP nesse tempo para verificar se o equipamento está respondendo. Ou seja, a cada 5 minutos é enviado um ping para o equipamento e, se o mesmo responde, a ferramenta considera que ele está UP, e agenda o próximo teste para os próximos 5 minutos. Neste intervalo não são feitos mais testes, preservando recursos para a monitoração dos outros milhares de equipamentos.

A cada 5 minutos é enviado um ping para o equipamento e, se o mesmo responde, a ferramenta considera que ele está UP, e agenda o próximo teste para os próximos 5 minutos.

 

Caso o equipamento não responda a esse teste, que é determinado pelo tempo de polling do node, a ferramenta de monitoração começa uma sequencia que realiza 1 teste a cada 20 segundos, durante dois minutos. Da taxa de sucesso deste ultimo teste de 20 em 20 segundos é dada a estatística de perda de pacotes que o cliente está procurando.

Como pode ver, por estes motivos, fica claro que a estatística gerada pelo teste do cliente não necessariamente exige que a mesma seja igual aos testes da ferramenta. Não deve-se confundir perda de pacotes com descartes de interface, as informações são coletadas de lugares diferentes e podem significar coisas distintas.

Precisando de apoio conte com a Figo Software seu Distribuidor e Revenda SolarWinds no Brasil.

Importante!

Por se provar uma produto mais estável, completo, confiável com maiores possibilidades, nos recomendamos que você experimente e substitua o produto acima pelo OpManager, da ManageEngine.

Para realizar o download gratuito do OpManager: http://acsoftware.com.br/download_manageengine.php?produto=18&tool=http://www.manageengine.com/network-monitoring/download.html

Para conhecer mais sobre o OpManager veja a demo online: http://demo.opmanager.com/LoginPage.do

Vendas: (11) 4063 9639

O SolarWinds Database Performance Analyzer para SQL Server (Confio Ignite), é uma solução completa de monitoramento de desempenho de banco de dados e análise para DBAs, desenvolvedores, gerentes de TI e aplicativos. Elimina gargalos de desempenho , melhora o serviço de aplicação e reduz o custo total de operações SQL do seu servidor.

Database Performance Analyzer para SQL, é uma ferramenta de monitoramento de um banco de dados de desempenho, análise e solução de ajuste projetado especificamente para prevenir e resolver os mais difíceis problemas de desempenho. Database Performance Analyzer para o SQL Server vai onde ferramentas de “saúde” de servidores convencionais não conseguem. É a única ferramenta que todos os DBAs, desenvolvedores e gerentes de DBAs podem usar, colaborando para economizar um tempo mensurável e melhorar o desempenho do SQL Server.

Veja abaixo as principais razões pela qual você deve usar o SolarWinds Database Peformance Analyzer para SQL:

 

TOP 5 Razões para usar o Database Performance Analyzer para SQL Server:


 

1 – Resolver Problemas de desempenho do SQL Server em quatro cliques.

Vá direto para a causa raiz dos problemas de desempenho sem se perder nas estatísticas.
A maioria das ferramentas de banco de dados apresenta um labirinto de telas e estatísticas, mas nenhuma resposta. O Database Performance Analyzer para SQL Server identifica claramente a causa exata dos problemas de desempenho de aplicativos do SQL Server. Usando gráficos de barras, mesmo que um gerente pode compreender , com alarmes que levam diretamente para os dados detalhados, Database Performance Analyzer para SQL Server foca no problema e mostra de forma rápida evidências objetivas, por isso não há dedo que aponta quem é o responsável.
Database Performance Analyzer para o SQL Server é a solução de desempenho que mostra três componentes-chave do problema: consulta afetados , o tipo de SQL Server e o impacto de cada gargalo tempo de resposta. Encontrar a causa exata do problema, a partir de alarme inicial para análise detalhada em apenas quatro cliques faz Database Performance Analyzer para o SQL Server a maneira mais rápida para melhorar o desempenho do seu banco de dados SQL Server.

Problems in Four Clicks

2 – Melhorar o desempenho de aplicativos do usuário final.

Análise de tempo de resposta, ajuda a fazer as mudanças que os usuários finais irão notar quando seus aplicativos “correrem” mais rápidos.

Database Performance Analyzer para o SQL Server aplica análise Tempo de Resposta, medindo o tempo de resposta da consulta, ao invés de focar em métricas de saúde de servidores convencionais. Database Performance Analyzer para SQL Server mede o tempo associado de cada operação pequena. Este é o mais importante indicador , pois mostra aplicações à espera de SQL Server para responder.
Database Performance Analyzer para o SQL Server não pára por aí. Além disso ele reúne em tempo real os dados de sessão, os níveis de recursos do servidor e informações de consulta de seu desempenho de banco de dados SQL Server. Ele também analisa as tendências históricas de tempo de resposta de múltiplas dimensões – como o tipo de espera , programa e plano de execução. O Database Performance Analyzer para SQL Server correlaciona os dados para liderar o DBA com os problemas e soluções mais importantes .

Improve End User Appliction Peformance

3 – Opção de VM para SQL Server.

Finalmente, você pode monitorar o SQL Server, e métricas VMware de uma ferramenta. A opção VM lhe dá a imagem completa, em gráficos visuais que são fáceis de entender. Veja uma correlação direta entre o tempo de resposta da consulta SQL e recursos VMware. Entenda o impacto real da configuração e eventos como vMotion VMware em seu desempenho de banco de dados. Pare de perder tempo perseguindo o caminho errado. É a única ferramenta que todos os DBAs, desenvolvedores e gerentes de DBA e administradores virtuais podem usar para identificar rapidamente causa raiz de problemas de desempenho e estabelecer prioridades de ação.

 

Vm Option

4 – Desempenho, apontado para toda a equipe de TI.

O Database Performance Analyzer para SQL Server cria colaboração entre DBAs, desenvolvedores, e administradores de servidores.
O Database Performance Analyzer para SQL Server permite que toda a equipe – DBAs, desenvolvedores, engenheiros e arquitetos colaborar com a performance de aplicações, permitindo um melhor serviço e tempo mais rápido ao mercado. Com Database Performance Analyzer para o SQL Server, os desenvolvedores têm visibilidade para consultar o desempenho em servidores de produção e preparação, o que lhes permite incorporar o desempenho do aplicativo em seus ciclos de desenvolvimento, por sua vez libertando-os da dependência de DBAs para dados de produção. Engenheiros de QA pode localizar problemas de desempenho antes da implantação e facilmente comunicar estas questões para a equipe de desenvolvimento. Assim os DBAs são então capazes de colaborar com a organização de TI estendida, mantendo o controle de 100% em relação a servidores de produção e monitoramento de carga.

Stop Finger

5 – Nenhum Agentes e sem carga.

O Database Performance Analyzer para o SQL Server é o único com nenhum agente instalado e carga inferior a 1% no servidor monitorado. O Database Performance Analyzer para SQL Server monitora bancos de dados sem instalar qualquer software nos sistemas de produção.

O Database Performance Analyzer para o SQL Server foi construído em uma arquitetura de três camadas, com software instalado somente na camada intermediária. Os DBAs, desenvolvedores e gerentes podem acessar a solução de seu navegador. O Database Performance Analyzer para o SQL Server é instalado em qualquer servidor Windows, bem como servidores UNIX/Linux. O banco de dados do repositório está configurado em um SQL Server ou Oracle por exemplo, muitas vezes  para um teste ou sistema de desenvolvimento. O Database Performance Analyzer, para sondas sem agente do SQL Server, atingi toda a rede para os bancos de dados monitorados SQL Server, bem como outros fornecedores e puxa as estatísticas de desempenho de volta para o repositório para análises e relatórios.

 

No agents

Entre em contato com um dos nosso representantes de vendas pelo site, e solicite-nos uma proposta. Será um prazer para nós atendê-lo.